PORTES GRÁTIS PARA ENCOMENDAS ENVIADAS POR CORREIO EDITORIAL NACIONAL
  • ESPAÇOS EM BRANCO • UM BAILADO PARA LER EM VOZ ALTA • PAUL AUSTER

ESPAÇOS EM BRANCO • UM BAILADO PARA LER EM VOZ ALTA • PAUL AUSTER

10,00 €  
IVA incluído

ESPAÇOS EM BRANCO • UM BAILADO PARA LER EM VOZ ALTA • Paul Auster • 2018 Não Edições 41 pgs • Tradução de Maria da Conceição Sendas • Composição & Desenho de João Concha • White Spaces | Espaços em Branco é um texto de Paul Auster editado em 1980. Escrito a propósito de um bloqueio criativo, marca a transição entre o seu trabalho poético e os os romances populares que viria a publicar a partir da década seguinte. Partindo de uma página em branco, viaja pelo mundo numa noite de neve, reflectindo sobre a sua própria escrita, os [não] limites da linguagem, do corpo e do movimento no mundo • Esta edição, bilíngue PT/ING, é o terceiro número da colecção Traditore da editora Não Edições • PVP 10€ • Livraria Linha de Sombra • www.linhadesombra.com • Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema ◼︎

“Dizer o que há de mais simples. Nunca ir além do que vai surgindo à minha frente. A começar por esta paisagem, por exemplo. Ou mesmo reparar nas coisas que me estão mais próximas, como se no pequeno mundo à minha volta pudesse encontrar uma imagem da vida que está para lá da minha compreensão. Como se, sem saber porquê, cada coisa estivesse relacionada com todas as outras, ligando-me, por sua vez, ao mundo inteiro, ao mundo sem limites que se desenha no espírito, tão ameaçador e misterioso quanto o próprio desejo.”

Na passagem de 1978 para 1979, Paul Auster

×