PORTES GRATUITOS EM CORREIO REGISTADO PARA PORTUGAL & ILHAS COM ENCOMENDAS SUPERIORES A 50€
  • FANNY OWEN • AGUSTINA BESSA LUÍS

FANNY OWEN • AGUSTINA BESSA LUÍS

25,00 €  
IVA incluído

FANNY OWEN • Agustina Bessa Luís • 1979 Guimarães & C. Editores 227 pgs • Capa de Paulo Cunha Leão • PVP 25€ • Linha de Sombra • www.linhadesombra.com • Cinemateca Portuguesa ■

“O rio Douro não teve cantores. Teve-os o Mondego e o Tejo também. Mas, para além das cristas do Marão, em vez do alaúde e da guitarra havia o repique dos sinos ou o seu dobrar espaçado. Havia o tiro certeiro dos caçadores de perdiz, lá pelas bandas da Muxagata e do Cachão da Veleira. E o clarim das guerrilhas ouvia-se através da poeira de neve que cobria os barrancos de Sabroso. O rio Douro ficou banido da lírica portuguesa com a sua catadura feroz pouco própria para animar os gorjeios dos bernardins, que são sempre lamurientos e que à beira de água lavam os pés e os pecados. E, no entanto, trata-se de um rio majestoso como não há outro. Eu vi-o em Zamora e não o reconheci; diz-se que as margens eram carregadas de pinheiros e daí o seu nome dum que quer dizer madeira. Mas entra em Portugal à má cara. Enovela o caudal sobre os penhascos, muge e ressopra como um touro com molhelha de couro preto a subir uma calçada. Não creio que os poetas o habitem; e, no entanto, Dante tê-lo-ia amado e preferido; como preferiu os estaleiros incandescentes de Veneza e os túmulos abertos das arenas de Arles, para descrever o inferno. Por cá, são brandas as liras; com o aguilhão da fome, às vezes saltam umas revoltas que vibram na Calíope alguma bordoada. Com o ferrão do amor, não se cometem senão delitos em forma de soneto ou de sextilhas. Epopeias são raras, as musas são mimosas e não ardentes.”


OS MORGADOS, Agustina Bessa Luís

×